terça-feira, 16 de junho de 2009

Filme: O Diabo Veste Prada

O Diabo Veste Prada

O filme pode ser visto de diversas formas, em um panorama geral, as pessoas, vêm o mundo da moda sob aspectos ligados ao capitalismo envolvido pelo consumo desenfreado que faz com que as pessoas muitas vezes consumam sem terem a real necessidade. Por outro lado existe uma visão diferente que enfoca o assédio moral e o que realmente acontece em diversos lugares fazendo parte do cotidiano das organizações.

O filme começa quando uma garota, Andy, procura emprego em uma empresa chamada Runaway (uma das maiores revistas de moda americana) e acaba conseguindo. A função desempenhada por ela é a de secretaria assistente de Miranda Priestly, um ícone da moda, mais que era desconhecida até então por Andy, tendo em vista que a mesma não tinha conhecimento nessa área. Ao ingressar na nova área Andy percebe que não conhecia nada de moda, mas acha que mesmo assim não fará diferença, pois, estava envolvida pela sua determinação e que seria capaz de superar isso e encarar um novo desafio. A mesma consegue não só aprender como dominar as suas atribuições, só que para isso passou a abdicar de sua vida pessoal para viver em função da sua profissional.

O fato de “Andy” achar que esse emprego é uma oportunidade única faz de tudo para obter sucesso, mesmo que isso lhe custe coisas jamais imaginadas até mesmo passar por situações humilhantes em seu trabalho, como ser questionada, por seus colegas de trabalho sobre o jeito de se vestir, sobre o visual e até mesmo o seu peso. Mesmo assim, Andy não se importa e faz de tudo para que possa agradar a sua chefe. Andy busca ajuda com outros colegas de trabalho e consegue obter sucesso no que diz respeito as regras e parâmetros da moda. Obtém assim certa “confiança” de Miranda (sua chefe), tornando-se seu braço direito,e cada vez mais largando sua vida pessoal,e dedicando totalmente a seu trabalho, independentemente do que tenha que fazer, pois sabe que dedicou-se por meses para consegui-lo.

Com o desenrolar da historia Andy percebe que esta perdendo todos os seus entes mais queridos para se transformar numa pessoa fria e sozinha como Miranda e quando ela entrou na revista não era isso que ela queria para ela, e vê que terá que tomar uma decisão sobre qual caminho seguir.

Alem da história ser interessante nos mostra quantas vezes nós mesmos passamos por situações humilhantes conheçidas como “assédio moral” para conseguirmos agradar nossos superiores para futuramente conseguirmos um espaço dentro da organização. O filme demonstra claramente por diversas vezes que a personagem Andy enfrenta preconceitos morais, verbais por sua chefe que a “ridiculariza” seja pela forma de falar, vestir, postura ou por não estar inserida não só no mundo da moda como também de todo “glamour” que há por trás dos bastidores do mundo dos negócios algo imprescindível no mundo dito “fashion”. Nós enquanto profissionais temos que estar atentos a esse tipo de comportamento e atitude e termos a consciência que muitas vezes tem-se que analisar as situações e partes envolvidas antes mesmo de tomarmos um posicionamento final diante de uma determinada situação.

Um comentário:

  1. Gostei da analise que você fez do filme, parabéns! Tive que fazer um trabalho da faculdade e vou lhe citar, foi muito útil o sua visão sobre o assedio moral que o filme aborda.

    ResponderExcluir